Alesp recebe 1º Encontro Acessibilidade com Autonomia


26/11/2019 08:19 | Audiência Pública | Amanda Nascimento - Fotos: Sergio Galdino

Compartilhar:

Adalberto Freitas<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-11-2019/fg244506.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Mesa do evento <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-11-2019/fg244507.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Público presente <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-11-2019/fg244508.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Público presente <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-11-2019/fg244509.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Evento realizado na segunda-feira (25/11) na Alesp reuniu representantes de associações e convidados para discutir políticas públicas que possam dar uma vida com mais independência a pessoas com deficiência.

O deputado Adalberto Freitas (PSL), que promoveu o encontro, esclareceu que "o objetivo é receber as pessoas com deficiência, seus parentes e amigos para poder fazer um levantamento das demandas que existem hoje e das dificuldades que enfrentam. A partir disso, ver a possibilidade de o legislativo criar leis que facilitem ou até mudem alguma legislação para favorecer a vida delas."

Andrea Rosana Silva, presidente da Associação G14, que tem como foco as sequelas pós-poliomielite, questionou iniciativas para as pessoas idosas com deficiência. "Por que as ações públicas em defesa do idoso não têm considerado o idoso numa cadeira de rodas, que já não consegue mais preparar as refeições, que perdeu sua autonomia e, ao mesmo tempo, tem deficiência física?", perguntou.

O conselheiro municipal do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, Fernando Scharamm, alertou para a necessidade de o Poder Público intervir com ações práticas em defesa da pessoa com deficiência. "Muitas vezes barreiras não são a falta de uma rampa, mas sim a falta de um olhar aprofundado sobre o problema, de um braço estendido".

Foram abordadas durante o encontro deficiências visual, auditiva, intelectual, nanismo, locomotora, entre outras.