Audiência conjunta da Comissão da Verdade estadual e nacional aborda casos de militantes da ALN

Audiência da manhã desta segunda-feira, 24/2, debate casos de assassinatos de militantes da ALN pela ditadura militar
24/02/2014 19:05

Compartilhar:

 


Em audiência conjunta, a Comissão da Verdade do Estado de São Paulo, presidida pelo deputado Adriano Diogo (PT), e a Comissão da Verdade nacional abordaram, nesta segunda-feira, 24/2, casos de assassinatos de militantes da ALN pela ditadura militar. O advogado José Carlos Dias e a psicanalista Maria Rita Kehl, integrantes da comissão nacional, participaram da sessão. Iara Xavier Pereira, ex-militante da ALN e irmã de Iuri e Alex de Paula Xavier Pereira, relatou os casos de Alex e Gelson Reicher, ambos assassinados em 20 de janeiro de 1972 na mesma emboscada. Iara questionou a versão oficial dada à morte dos militantes, que teria ocorrida em tiroteio com policiais. Os peritos da Comissão da Verdade nacional, Mauro Yared e Pedro Luiz Lemos Cunha, discorreram sobre a análise que realizaram dos casos de Iuri e Alex, mediante elementos materiais extraídos de documentos técnicos das mortes e da exumação dos corpos. De acordo com Mauro Yared são casos que permitem a definição de padrões de atuação específicos. Os peritos demonstraram, através de projeção de figuras, a existência de discrepâncias evidentes em relação à versão oficial das mortes, especialmente quanto ao número de perfurações causadas por armas de fogo.



O advogado José Carlos Dias afirmou que o trabalho realizado pela Comissão Estadual da Verdade tem sido de valor inestimável e que contribuirá, de forma significativa, para a confecção do relatório final da comissão nacional a ser apresentado em dezembro deste ano.

Voltar