O Governador Geraldo Alckmin afirma que Bom Jesus dos Perdões não terá presídio feminino.

O governador Geraldo Alckmin fala sobre sua decisão de anular o decreto que desapropriava área para construção de presídio feminino. O deputado Edmir Chedid (DEM), disse que o governador, como sempre, usou o bom senso e ouviu as preocupações da população diante da instalação de um grande presídio em Bom Jesus dos Perdões.
10/06/2013 17:50

Compartilhar:

 


O governador Geraldo Alckmin (PSDB) revogou decreto que declarava como de utilidade pública área em Bom Jesus dos Perdões para a construção do presídio feminino. Esta medida atende solicitação do deputado Edmir Chedid (DEM), que havia encaminhado ofício ao Executivo comprovando a insatisfação da comunidade com a decisão imposta para o município.Há dois meses, o Governo do Estado havia determinado, por intermédio do Decreto 59.024/2013, a desapropriação de uma área de 230 mil m² próxima à divisa com Piracaia. Esta foi a terceira tentativa do Executivo em desapropriar uma área no município para a construção do presídio feminino, considerado como alternativa ao déficit de vagas no sistema prisional do Estado.Geraldo Alckmin informou que o ofício encaminhado por Edmir Chedid, aliado ao apelo das autoridades locais e da comunidade, foi determinante para a decisão de se revogar o decreto. "A preocupação demonstrada pelo parlamentar e por aqueles que estão diretamente envolvidos com a questão foi importante para que chegássemos à decisão de anular o decreto". Conforme sugestão de Edmir Chedid o presídio poderá passar para Riversul, onde o prefeito entende que o presídio poderá resultar em desenvolvimento para o município.

Voltar