Alesp realiza audiência pública do Orçamento estadual de 2022 em São Paulo nesta quinta-feira, dia 14 de outubro

População pode participar presencialmente ou virtualmente; veja como
11/10/2021 10:48 | Audiência pública do Orçamento 2022 | Karina Freitas

Compartilhar:

Alesp realiza audiência pública do Orçamento estadual de 2022 em São Paulo <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-10-2021/fg275839.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Calendário<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-10-2021/fg275840.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

A capital paulista sedia nesta quinta-feira, dia 14 de outubro, a partir das 14h, a 26ª e última audiência pública para o Orçamento estadual de 2022, organizada pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

A reunião será realizada no formato híbrido (presencial e virtual) e conduzida pelo presidente da Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento, deputado Gilmaci Santos (Republicanos).

A população pode participar com sugestões ao Orçamento. O cidadão que quiser comparecer presencialmente ou de maneira virtual por meio da plataforma Zoom terá que se cadastrar antecipadamente através do formulário: https://bit.ly/3lyQwwF. Por causa das restrições sanitárias em razão da pandemia da Covid-19, a entrada será limitada ao máximo de 50 pessoas. O uso de máscara é obrigatório.

Sugestões também podem ser enviadas pelo site ou então pelo Whatsapp, pelo número (11) 9 3404 9001.

"A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, num esforço conjunto de todos, levou as audiências públicas para todas as regiões do Estado. Com a pandemia, adotamos o formato híbrido, em que todos puderam participar, seja presencialmente, respeitando as regras locais sanitárias, e virtualmente. Agradeço a participação e o empenho de todos em ouvir as demandas e promover um orçamento junto com a população", disse Carlão Pignatari, presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Expectativa

O deputado Gilmaci Santos afirmou que a expectativa para a audiência pública na Capital é muito grande. "Em São Paulo, eu acredito que predomine a educação, a segurança, tudo aquilo que nós sabemos que uma grande cidade tem entre os seus problemas", disse.

Fundada em 1554 pelos padres jesuítas José de Anchieta e Manoel da Nóbrega, a capital do Estado é o município com a maior população do país, com cerca de 12 milhões de habitantes. O Produto Interno Bruto de R$ 714 bilhões da cidade ultrapassa o de países como Equador, Uruguai, Paraguai e Bolívia. A capital é forte no setor de serviços e, segundo o Conselho de Turismo da FecomercioSP, é muito procurada para fins turísticos.