Estado de São Paulo Transparência ALESP

A logomarca é composta por 21 pares de polígonos irregulares. Os polígonos externos, de variadas cores, simbolizam a diversidade de indivíduos com suas diferenças de raça, cor, gênero, origem, credo, orientação sexual, idade ou deficiência. Os internos, da mesma cor (vermelho, como o sangue), remetem que todos, apesar de suas diferenças, têm os mesmos direitos a uma vida digna. O número 21 remete ao Dia Internacional para Eliminação da Discriminação Racial.

A composição dos polígonos assemelha-se a uma colcha de retalhos na qual pedaços de tecidos de várias formas, cores e texturas se misturam e compõem uma peça só, tal qual a proposta do SOS RACISMO que é colaborar na construção de uma sociedade igualitária respeitando-se as diferenças.

A palavra "Racismo" invadindo a composição de polígonos expressa que o preconceito exclui as pessoas e não permite concretizar o projeto de uma sociedade justa.

Quanto a tipologia, as cores vermelha e preta reforçam a idéia de que o serviço é uma iniciativa do Estado de São Paulo. Seu traço é informal, contrastante e chama a atenção para um problema que muitas vezes é velado.