Estado de São Paulo Transparência ALESP
06/02/2017 14:00

SP reúne prefeitos para debater medidas de combate às arboviroses

A Secretaria da Saúde realizou um Encontro Estadual de Arboviroses para aprimorar as estratégias de combate à dengue, chikungunya e febre amarela. No evento, prefeitos e secretários de Saúde receberam orientações sobre a situação das doenças, as formas de combater o Aedes aegypti e medidas de higienização e imunização adotadas em relação à febre amarela.

Download
Número de casos de doenças caiu 76,35% em 2016 em comparação com o ano anterior, segundo o Estado.

A iniciativa foi considerada essencial pelo deputado Edmir Chedid (DEM) para que os municípios possam executar a atualização dos dados sobre estas doenças, que aparecem como a principal preocupação entre os gestores públicos municipais. "É importante que todos os municípios possam fazer um trabalho em conjunto com Estado e União", disse.

Edmir Chedid ressaltou ainda que esta preocupação se deve ao fato de as arboviroses, doenças causadas pelos chamados arbovírus (vírus da dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela), estarem presentes em 50% do território estadual. "A própria Secretaria da Saúde confirmou que a metade dos municípios está na área considerada de risco para estas doenças", lembrou.

As providências adotadas pelo governo estadual têm contribuído para reduzir a incidência de doenças originárias de arboviroses em São Paulo. "O combate ao Aedes aegypti tem que começar em casa. Este é um trabalho cuja responsabilidade é de todos nós, não somente dos governos do Estado e da União. Temos que evitar uma calamidade", finalizou.